© Todos os direitos reservados

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

O QUE DISSE ALBERT...



A estupidez só pode ser humana... (não haverá com certeza outra). Não é uma particularidade de nenhuma outra espécie animal (Josefina Maller)

domingo, 14 de agosto de 2011

BELEZA IDEAL...


A beleza ideal está na simplicidade calma e serena (Johann Göethe)

EUGENIO MONTALE




Prémio Nobel da Literatura em 1975, Eugenio Montale (Itália, 1896-1981) escreveu, segundo António Cabrita, este que é um dos mais lúcidos e terríveis poemas do século XX, e que passo a transcrever:



Vejo um pássaro imóvel na goteira,

pode parecer um pombo mas é mais esguio

e tem um vago tufo na cabeça ou talvez seja o vento,

quem poderá sabê-lo, as janelas estão fechadas.

Se tu o vês, quando te acordam

os motores dos barcos, isto é tudo quanto

nos é dado saber sobre a felicidade.

Tem um preço demasiado alto, não é para nós e quem a tem

não sabe o que fazer com ela.

sábado, 13 de agosto de 2011

A VISÃO DO PARAÍSO...



O lugar é aquele
Que rasgou os véus da minha juventude...
O céu é o mesmo.

Azul.
Aquele azul de que sou feita.
O arvoredo acolhe-me,

Num terno e delicado abraço.
...

Sinto então o paraíso
Recolher-se no meu olhar.

Deixo-o ficar... assim...

 Amoroso,
Para toda a eternidade...

© Josefina Maller

quarta-feira, 3 de agosto de 2011